quarta-feira, maio 25, 2022

Compre no site

spot_img

Como cuidar de um gato?

Hoje em dia nossos pets podem ter uma vida longa e saudável graças à ciência veterinária que avança constantemente na pesquisa de tratamentos, doenças e prevenção delas. Contudo, para isso, é essencial saber como cuidar de um gato.

É fundamental para a saúde do seu gato que você reserve um tempo para conhecê-lo, compreendê-lo, saber o que o assusta, quanto ele come e até mesmo como ele respira, dessa forma, você estará mais alerta quando algo mudar em sua rotina e comportamento.

Lembre-se de que você e o veterinário devem trabalhar juntos para a saúde do seu gato. Portanto, quando você for à consulta, você deve sempre dizer a verdade a ele e não esconder informações por medo de um alerta.

Para ajudar você a entender mais sobre como cuidar de um gato, nós preparamos o artigo de hoje sobre o assunto. Quer saber mais? Acompanhe agora mesmo!

Mas como cuidar de um gato?

Cuide do seu pelo

Felinos não apenas lambem uns aos outros para se arrumarem, mas também para pentear o pelo.

Esses animais liberam uma grande quantidade de pelos por dia, por isso é recomendado escová-los com o objetivo de remover pelos mortos.

O pelo tem um papel indispensável na sua saúde, ele o protege do frio, calor e picadas de insetos.

Clique aqui e conheça um item fundamental para retirar pelos mortos do seu gato!

Cuide dos dentes e gengivas

Não é incomum que os gatos desenvolvam algum tipo de doença na boca devido ao acúmulo de tártaro. Por isso, é recomendado adquirir escovas de dentes especialmente criadas para eles.

Clique aqui para adquirir um kit completo para cuidar dos dentes e gengivas do seu gato!

Faça ele se exercitar

Cães e gatos exigem pelo menos alguns minutos de brincadeira por dia. Isso não só os ajuda a se manter fisicamente estáveis, mas também mentalmente. Se você tem um gato dentro de casa, pode motivá-lo a brincar de caça ou, se seu gato preferir sair, sempre o faça sob supervisão.

Não permita que ele saia sozinho na rua

Está provado que os gatos que vagam pelas ruas vivem muito menos do que os gatos em casas. Os perigos que um felino corre enquanto está sozinho ao ar livre são abundantes, desde brigas com outros animais até envenenamentos ou acidentes de trânsito.

Castre seu gato

A superpopulação felina é realmente abundante e há muitos gatinhos que se encontram sozinhos nas ruas e sem família.

Por isso, a melhor forma de controlar esse grande problema é esterilizar seu animal de estimação. Além disso, isso ajudará você a evitar muitos problemas, como o fato dele querer escapar de casa ou urinar em locais inadequados.

Ofereça uma boa dieta

Os gatos precisam de nutrição adequada para alcançar o crescimento esperado. Há um grande número de alimentos que eventualmente produzem problemas urinários e requerem tratamentos médicos e podem até encurtar sua vida.

Por isso, é essencial escolher rações de boa qualidade! Em nossa loja, contamos com diversas marcas de qualidade! Você pode conhecer mais clicando aqui!

Sintomas de um gato doente que você precisa saber reconhecer instantaneamente

As coisas não seriam mais fáceis se nossos animais de estimação nos dissessem exatamente como se sentem? Infelizmente, não pode ser assim, então cabe a nós aprender os sinais e sintomas de uma doença para que possamos estar à sua disposição quando eles mais precisam de nós.

Aqui está uma lista de sintomas que podem dizer muito sobre a saúde do seu gato:

1. Está sempre escondido

Você já notou que seu gato, geralmente sociável, ultimamente não é tão visível? Você acha que ele passa muito tempo escondido debaixo de uma cadeira ou atrás da prateleira?

É uma das primeiras coisas que os gatos tendem a fazer quando estão doentes. Eles se escondem. Novamente, tudo isso se resume a um instinto primário: eles estão tentando evitar ameaças potenciais enquanto não se sentem fortes e ousados.

2. Mudanças em seus hábitos higiênicos

Podemos apreciar fezes líquidas ou simplesmente ver que o gato vai para o ‘banheiro’ com mais frequência ou urina menos do que o normal. Uma variação em seus hábitos de banho é um sintoma comum de uma doença em gatos.

As alterações no banheiro podem ter uma infinidade de causas, desde um problema na bexiga até tumores, portanto, cuidados veterinários são essenciais para determinar a causa subjacente.

3. Ele dorme constantemente

O que os gatos gostam de fazer? Dormir, é claro, e é perfeitamente normal que durmam até 20 horas por dia.

Mas se você notou que seu gato parece estar sempre tirando um cochilo e não consegue ficar acordado, uma doença pode ser a culpada. Um gato doente geralmente é letárgico, fraco e luta para mostrar interesse em coisas que uma vez despertaram sua atenção.

4. Perde o interesse em comer

Todos sabemos o quanto um gato saudável gosta de sua comida e tenta obter o máximo possível. Então, se o seu parceiro felino de repente parece desinteressado na hora das refeições ou luta para terminar a refeição, pode ser um sinal de que algo não está certo.

Se o seu gato não come o suficiente por vários dias seguidos, complicações graves, como lipidose hepática, podem surgir. Esta é uma patologia perigosa e em rápido desenvolvimento, então vá ao veterinário o mais rápido possível.

5. Falta de banho

Se você é um amante de gatos, você deve ter notado quanto tempo eles passam se preparando e se lambendo.

Gatos que perdem o interesse em sua rotina diária de higiene podem não se sentir muito bem. Se a pele do seu felino ficar fosca ou gordurosa, pode haver uma doença batendo na porta.

6. Mau hálito

Embora o hálito de um gato possa cheirar um pouco a peixe, geralmente deve ser mais ou menos indetectável. Se você notar um mau cheiro significativo vindo da boca do gato, não deixe passar.

O mau hálito, ou halitose, em gatos, geralmente é atribuído a um problema dentário. Pode ser uma doença periodontal ou um abscesso dentário. Da mesma forma, também pode ser causada por diabetes, doença renal e até câncer.

7. Queda de pelo

Se você notar falta de pelo ou uma camada fina em seu amigo de quatro patas, algo suspeito pode estar acontecendo. Se você notar coceira excessiva, ele pode ter parasitas ou estar sofrendo de alergia.

Neste caso, o tratamento é bastante simples e não há necessidade de o gato sofrer mais. A perda de pelos em gatos também pode ser uma causa de estresse ou ansiedade.

Gostou de saber mais sobre como cuidar de um gato? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, temos muitas outras novidades para você!

Posts Relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

nos encontre por ai

197FãsCurtir
13,853SeguidoresSeguir
1SeguidoresSeguir
- Publicidade -spot_img

Ultimos posts